projeto

O Observatório do Negacionismo é produto da iniciativa de um conjunto de pesquisadores preocupados com o efeito danoso que o negacionismo, em todas as suas dimensões, tem provocado não apenas no ambiente acadêmico, mas, sobretudo, na esfera pública de convívio social. A partir de 2019, formou-se um grupo de trabalho com a participação de pesquisadoras e pesquisadores associados ao INCT Proprietas com o objetivo de lançar uma plataforma de pesquisa e de intervenção no debate público, cujo foco central é o fenômeno do negacionismo em suas mais diversas manifestações.

 

Dessa forma, o Observatório do Negacionismo constituiu-se em plataforma científica que tem como objetivo atuar no debate nacional por meio da promoção de pesquisas e análises que contribuam para a compreensão e o enfrentamento do fenômeno do negacionismo científico, em geral e, da negação de acontecimentos e processos históricos em particular.

 

O Observatório pretende difundir conhecimentos e práticas sobre o fenômeno global do negacionismo e, com isso, oferecer à sociedade brasileira uma plataforma de intervenção nos processos de falseamento da realidade em suas diferentes escalas políticas, temporais, científicas e geográficas.

 

metas

O Observatório do Negacionismo deve perseguir os seguintes objetivos:

. Acompanhar a divulgação pública de informações relativas ao campo de atuação do Observatório, com ênfase nas manifestações do poder público e nas posições adotadas pelo governo brasileiro;

. Propor e acompanhar a definição de conceitos e diretrizes para a compreensão do fenômeno do negacionismo em suas diversas manifestações;

. Promover a interlocução deste Observatório do Negacionismo com diferentes redes de pesquisadores e Universidades tanto no plano interno, quanto no cenário internacional.

. Propor debates afeitos ao tema central do Observatório com a sociedade brasileira, com diferentes mídias e com representantes governamentais, em todas as suas esferas e instâncias.

. Promover uma agenda de debates e pesquisas acerca do fenômeno do negacionismo e realizar consultas públicas para auxiliar na definição de critérios e indicadores relacionados à temática.

. Criar um Índice do Negacionismo.

. Propor recomendações públicas no tocante ao tema do Negacionismo, atuando diretamente na esfera pública e nos debates promovidos em diferentes mídias.

. Apoiar ou promover iniciativas de capacitação, treinamento, educação e disseminação de informação nos temas afetos ao negacionismo e suas diversas manifestações.

. Promover o intercâmbio de experiências e informações e contribuir para o debate qualificado sobre o Negacionismo no âmbito nacional e internacional.

. Participar de forma qualificada de fóruns, instâncias e redes nacionais e internacionais de discussão, consulta e participação sobre o negacionismo.

. Fomentar o debate e a produção de conhecimento histórico sobre o fenômeno do negacionismo e suas nefastas consequências no ambiente político e social.

 

. Estimular a realização de pesquisas interdisciplinares sobre o tema do negacionismo em suas múltiplas manifestações.

 

. Produzir conteúdo e promover cursos e debates para a capacitação dos profissionais de ciências humanas acerca do fenômeno do negacionismo.

 

. Servir como plataforma de encontro para diferentes atores da sociedade civil que buscam não apenas compreender o negacionismo, mas também desenvolver ferramentas para o combate virtual desse fenômeno.

 

princípios

Os seguintes princípios orientam a atuação do Observatório do Negacionismo:

. O Negacionismo é termo que se refere à ação voluntária de indivíduos e grupos que buscam negar a possibilidade de representação verificável e socialmente compartilhada do mundo real. Se, no campo científico, o negacionismo aparece associado à rejeição de preceitos básicos e incontestáveis, no campo da realidade imediata e da ação política humana, o negacionismo tem o objetivo de divulgar versões que não encontram substrato em eventos reais ou na experiência histórica. Ao assumir discursos radicais, falsos ou hipoteticamente controversos, o negacionismo busca desestruturar o ambiente de convivência pacífica entre os povos e negar ao conhecimento, construído em bases científicas, a capacidade de gerar consensos em torno de temas que produzem benefício coletivo amplo. 

. As diversas formas de negacionismo devem ser combatidas pela comunidade científica em um esforço conjunto.

. O Observatório do Negacionismo, com base em análises elaboradas por meio de critérios científicos, pretende oferecer elementos para a atuação da sociedade civil no combate à prática nefasta do negacionismo e suas múltiplas manifestações.

. Promover um ambiente de debate qualificado e amplo com o propósito de denunciar a divulgação de informações cujo objetivo seja defraudar o debate público, falsificar informações histórica e negar o consenso científico em torno de temas cientificamente comprovados.

. Combater o Negacionsimo em todas as suas dimensões;

. Promoção de estratégias para o combate do Negacionismo junto à sociedade civil;

. Ampla consulta pública e avaliação periódica do ambiente político por meio do índice do Negacionismo.;

. Promoção dos direitos de acesso à informação e de participação da sociedade civil na formulação dos materiais produzidos pelo Observatório do Negacionismo.

 

compromissos

Com o objetivo de traçar parâmetros que facilitem o desenvolvimento do Observatório do Negacionismo em sua primeira fase, divulgamos uma série de compromissos que devem guiar o trabalho de consolidação deste Observatório.

. Identificar e estabelecer critérios para a atuação em rede do Observatório.

. Propor uma agenda mínima aos participantes da rede, assim como definir prioridades de ação dentro dos temas propostos;

. Definir estratégia e planejamento operacional de atuação desta rede a partir das prioridades levantadas;

. Elabora um plano de comunicação que produza sinergia entre os diversos membros da rede.

. Realizar encontros periódicos, que devem ocorrer no mínimo uma vez por semestre, com os membros de seu colegiado, bem como com representantes das instituições que compõe a rede do Observatório e dar publicidade às decisões e iniciativas estabelecidas para seu exercício anual.

financiamento

Em breve. 

 
 

Coodernação de Redes Sociais

pp.jpg

Alice Almeida de Castro

Graduanda em História pela Universidade Federal de Ouro Preto. Desenvolve pesquisa acerca do negacionismo histórico e científico. Também tem interesse em História e Memória.

20210729_040251_1_2.jpg

Mariana Antônia Pantoja da Silva 

Graduanda em História pela Universidade Federal de Ouro Preto. Desenvolve pesquisa acerca do negacionismo histórico e científico. Também tem interesse em História da arte e em Literatura Romântica. 

Coodernação Executiva

Multidão com máscaras

XXXXXX

XXXXXXXX

Multidão com máscaras

XXXXXX

XXXXXXXX

 

Conselho Científico

Prof. Dr. Alexandre Avelar

Link lattes

Prof. Dr. Anderson Oliva

Link lattes

 Prof. Dr. Arthur Assis

Link lattes

Prof. Dr. Arthur Ávila

Link lattes

Prof. Dr. Bruno Leal

Link lattes

Profa. Dra. Caroline Bauer

Link lattes

Prof. Dr. Daniel Pinha

Link lattes

Prof- Dr. Francisco Carlos Teixeira

Link lattes

Prof. Dr. João Cezar de Castro Rocha

Link lattes

Profa. Dra. Keila Grinberg

Link lattes

Profa. Dra. Márcia Motta

Link lattes

Prof. Dr. Mateus Pereira

Link lattes

Prof. Dr. Odilon Caldeira

Link lattes

Profa. Dra. Patricia Valim

Link lattes

Prof.Dr. Pedro Caldas

Link lattes

Prof. Dr. Rodrigo Patto

Link lattes

Prof. Dr. Sergio da Mata

Link lattes

Profa. Dra. Simone Kropf

Link lattes

Prof. Dra. Sônia Meneses

Link lattes

Prof. Dr. Valdei Araujo

Link lattes

O Observatório do negacionismo é uma rede de pesquisadores associados. Neste painel, você encontrará o perfil profissional de cada um dos pesquisadores associados ao Observatório.